quinta-feira, outubro 26, 2006

Pé na Parede!

Tenho estado a ler os argumentos pelo NÃO no referendo e só me apraz dizer uma coisita:

Liberalize-se, despenalize-se ou o raio que parta o aborto ou a IVG e apoie-se as organizações do género da Ajuda de berço, Ajuda de mãe, Ass. para a Promoção da Segurança Infantil, Ass. Port. pela Humanização do Parto, Baby Center (sejam lá o que forem) ou outras quaisquer que ocupem o tempo das dondocas de Cascais ou da Lapa.

Pronto! Não ficaria toda a gente satisfeita assim? A serem válidos os argumentos de ambas as partes acabaríamos com o aborto, clandestino ou não, com a pobreza e com a vergonha das perseguições, certo?

A questão moral, como moral que é, ficaria sujeita à subjectividade da sua própria moralidade (chiça!)...

Serve?

1 comentário:

FuckItAll disse...

Pois... devia, não é? Infelizmente, esta gente usa a moral assim como um autocolante de peditório, tu não pediste nada e zás!, já o tens colado ao peito.